– Eh pá, agora não me comas, que eu estou a ler!

Ilustração de René Milot.

– Eh pá, agora não, que eu estou a ler! Já estou quase no fim do livro. Depois de eu acabar já me podes comer – Dizia impaciente o porco ao lobo das botas. Que descaramento, incomodar assim o seu momento de leitura…se tinha fome, que esperasse…agora, que ele tinha que saber como acabava a história do bicho-homem tinha!
– Vá, senta-te aí um bocadinho, mas calado! E não salives quando olhares para mim que me sujas o chão!
O lobo sentou-se, infeliz, com a barriga a roncar de vazia:
–  Grrrr – arreganhou os dentes.
–  Shiiuu! – reprovou o porco sem levantar os olhos do volume encadernado.
–  Oh pá, então conta-me a história! – pediu o lobo cabisbaixo, fixando a biqueira das suas botas gastas.

Texto de Ana Tarouca, encontrado aqui.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s